FUNIL DE VENDAS no marketing digital: o que é e como fazer?

Nesse vídeo vamos te explicar como funciona
um funil de vendas, que nada mais é do que uma estratégia para atrair clientes aos poucos,
em etapas. Na internet é isso que vai te fazer vender
mais, para as pessoas certas e no momento certo. Vou dar um exemplo, vamos começar com uma
venda offline e você vai ficar no papel do cliente: Imagina que você precisa comprar um celular
novo, mas você ainda não está muito por dentro das novidades do mercado. Então você vai até uma loja dar uma olhada
nos modelos, mas dispensa a ajuda do vendedor: Aí você fala que só tá dando uma olhadinha.. Depois, você volta pra casa e aí você vai
pesquisar na internet aqueles modelos que mais te chamaram a atenção lá na loja. Então você procura saber qual celular tem
a melhor câmera, assiste vídeo que compara a performance dos celulares, olha qual tem
a melhor memória interna, dá uma olhada na variação de preços dos modelos… E
um tempo depois, você vai ter muito mais conhecimento e segurança para escolher o
celular que você quer e decidir onde você vai comprar. Aí, você volta lá na loja e, agora, você
procura aquele vendedor que você tinha dispensado. Aí você pergunta pra ele quais cores de
celular ele tem pra vender, se ele pode dar um desconto, se ele parcela no cartão de
crédito, quais planos de tarifas e internet a operadora tem, e por aí vai. Se o vendedor te oferecer condições vantajosas
para comprar o celular, você provavelmente vai comprar naquele momento. Então, se você já passou por um processo
de compra parecido com esse, você já sabe o que é um Funil de Vendas. Agora explicando de maneira um pouco mais
técnica, “o Funil de Vendas é um conjunto de etapas que representam a jornada do cliente,
indo desde o momento em que ele detecta um problema para ser resolvido até quando ele
compra um produto ou serviço para solucionar esse problema”. Naquele exemplo do celular, o problema que
você detectou era que você precisava de um celular. Aí, depois de pesquisar durante algum tempo,
você finalmente decidiu comprar o celular que te pareceu ser o melhor. Esse processo foi a sua jornada de cliente,
e durante essa jornada você passou pelo Funil de Vendas. O Funil de Vendas costuma ser dividido em
três camadas: topo de funil, meio de funil e fundo de funil. Ele tem esse nome de “funil” porque nem todas
as pessoas que começam a jornada do cliente, entrando aqui no topo, chegam até o fundo,
que é a concretização da compra. Ou seja, do ponto de vista do vendedor de
celulares, por exemplo, nem todo mundo que entrar na loja dele procurando um celular
vai comprar naquele momento. Então vamos analisar a evolução de um Funil
de Vendas a partir do ponto de vista de um vendedor de produtos digitais, afinal, é
pra isso que você está assistindo a este vídeo, né? A primeira etapa do Funil de Vendas é o Topo,
a parte mais larga, onde mais pessoas serão alcançadas. É aqui que o cliente em potencial, também
chamado de prospect, reconhece que possui um problema ou vontade a ser resolvida e aí
que ele descobre o seu produto ou a sua marca. Aqui, como vendedor, você tem dois objetivos
principais: Objetivo número 1: chamar a atenção do
seu público-alvo Para fisgar a atenção das pessoas para o
seu produto ou a sua marca, você precisa investir em visibilidade. Nos negócios digitais, a melhor forma de
conseguir isso é ter uma forte presença nas redes sociais, investir em anúncios online
e em marketing de conteúdo. Tenha um blog para postar conteúdos educativos
que mostrem a sua competência no seu segmento de mercado, e sempre de forma leve e rápida. Isso é fundamental para construir uma boa
reputação e para gerar tráfego para as suas páginas. E lembre-se: para acertar nessas ações,
você precisa levar em conta o perfil do seu público. Só assim você vai oferecer as soluções
que ele realmente precisa. Objetivo número 2: Converter essas pessoas
em leads No mercado digital, um lead é uma pessoa
que te passa algum contato, normalmente o email ou o telefone, para receber mais conhecimento
ou informações sobre o seu produto. Para converter os visitantes da sua página
em leads, uma ótima tática é oferecer um ou mais materiais gratuitos sobre assuntos
do seu segmento de mercado. Pode ser um ebook, uma planilha de excel,
um infográfico, um vídeo… Aí você cria uma landing page para cada
um dos materiais que você for oferecer. Nessa landing page, o visitante vai preencher
um formulário com nome e email para liberar o download do material. As pessoas que preencherem o formulário e
baixarem o material acabam de se tornar os seus leads. Além de ter o email deles para estabelecer
um contato mais próximo, você sabe que essas pessoas querem mais informações sobre os
seus produtos. E então chegamos ao meio do funil, que é
a segunda etapa da jornada do consumidor. Aqui, o cliente em potencial, que agora é
um lead, começa a pesquisar mais a fundo, olhando, inclusive, as soluções que os seus
concorrentes oferecem. E esse é o momento de convencer ele de que
o seu produto é o melhor no seu nicho de mercado. Aqui, como vendedor, você tem um objetivo
principal: Qualificar os seus leads Isso significa nutrir o lead com informações
relevantes sobre o seu mercado e o seu produto para eliminar as dúvidas que ele tem e mostrar
as vantagens que você oferece. Aos poucos, você vai construindo um relacionamento
com o seu lead, e vai aumentando o nível de detalhes na medida em que ele demonstra
interesse nos conteúdos que você oferece. Existem várias formas de qualificar um lead. Uma possibilidade é enviar emails com conteúdo
educativo de tempos em tempos para ele. Só toma cuidado pra não mandar muitos materiais,
senão o lead pode ficar incomodado com a insistência e descadastrar o email. Outra tática é oferecer demonstrações
ou testes do seu produto. Se é um curso online, por exemplo, disponibilize
a aula de introdução para que ele possa ter um gostinho de como que é a dinâmica
do curso. Um lead devidamente qualificado se transformará
em uma oportunidade de venda para você, chegando à última etapa do Funil de Vendas, que é
o Fundo do Funil. Esse é o momento ideal para adotar uma abordagem
mais direta e mais comercial. Isso inclui entrar em contato com o seu lead
diretamente para oferecer o produto que é ideal para ele. Use uma linguagem promocional, mostre para
o seu lead que você tem a solução que ele precisa. Faça ele pensar mais uma vez em como o seu
produto pode mudar a situação dele para melhor. Outra tática excelente para converter vendas
é usar o argumento da escassez. Por exemplo: ao fazer a oferta do produto,
mantenha o preço por apenas poucos dias ou poucas horas. Isso vai criar na pessoa um senso de urgência
e fazer com que ela não deixe para tomar uma decisão depois. Ao fim dessa jornada, todos os leads que comprarem
o seu produto se tornarão, oficialmente, seus clientes! Mas não acaba aqui, não, viu? Depois da compra vem o atendimento pós-venda,
ou seja, é preciso continuar disponível para solucionar eventuais problemas ou dúvidas
que os seus clientes tenham com o produto adquirido. Você também pode continuar trabalhando a
sua base de clientes com novos conteúdos, para vender outros produtos. Também é legal dizer que nem todas as pessoas
vão passar por todas as fases de um funil e nem todas vão seguir as fases exatamente
nessa ordem. Lembra da história do celular? Você poderia, por exemplo, ter comprado o
celular ao entrar na loja pela primeira vez. E agora, um recado importantíssimo: um Funil
de Vendas só funciona de verdade se for aperfeiçoado sempre. Então analise a eficácia de todas as suas
táticas, desde o topo do funil, passando pelo meio, pelo fundo do funil, e o pós-venda. Identifique quais ações não estão dando
certo, e corrija. Por exemplo, se você perceber que a taxa
de conversão de um dos emails que você está mandando para a sua base de leads está muito
baixa, é sinal de que você precisa rever o conteúdo deste email, ou até buscar um
outro meio de comunicação para fazer essas conversões. É necessário estar sempre de olho nesses
números: quantas pessoas acessaram a minha landing page? Dessas pessoas, quantas preencheram o formulário
e baixaram o ebook? Quantas pessoas abriram o primeiro email marketing
que enviei para elas? Dessas pessoas, quantas clicaram no CTA que
eu coloquei dentro deste email? E por aí vai. Como deu pra perceber, o Funil de Vendas está
ligado a vários outros conceitos do marketing digital. Então se inscreva no nosso canal pra continuar
aprendendo e curta esse vídeo. E se você quiser saber um pouquinho mais
sobre cada etapa do funil, conhecer as estratégias, deixa aqui nos comentários pra gente! Até a próxima
e bons negócios.

Poderá ver o vídeo no youtube Aqui